COMO USAR O METRÔ DE LONDRES

August 8, 2019

 

 

 

Também conhecido como Tube ou Underground, o metrô de Londres, inaugurado em 1863, é o primeiro transporte urbano de passageiros do mundo. Sem dúvidas, é a melhor forma de se locomover e visitar os principais pontos turísticos da cidade.

 

Por isso, hoje vamos contar algumas dicas essenciais que vão facilitar a sua vida quando for visitar Londres.

 

ZONAS E LINHAS

 

 

O metrô de Londres é hoje o terceiro maior do mundo, ficando atrás apenas dos metrôs de Xangai e Pequim, na China. Com 402 km de extensão, o transporte conta com 270 estações distribuídas em 11 linhas e 9 zonas, que dão acesso a praticamente toda a cidade. 

 

O sistema pode parecer bem confuso a princípio, mas na prática você vai perceber que é bem simples. Todas as linhas possuem diferentes nomes e cores o que torna bem fácil identificá-las no mapa. É possível encontrar mapas do metrô disponíveis nas estações, centros de informação turística, na recepção de hostels e hotéis pela cidade ou online, disponível aqui.

Para você já ir se familiarizando, as linhas são:

  • Jubilee Line – Cinza

  • District Line – Verde

  • Bakerloo Line – Marrom

  • Circle Line – Amarela

  • Central Line – Vermelha

  • Metropolitan Line – Vinho

  • Hammersmith & City Line – Rosa

  • Northern Line – Preta

  • Piccadilly Line – Azul escuro

  • Victoria Line – Azul claro

  • Waterloo & City Line – Azul piscina

Elas são divididas em 9 zonas, que começam no centro histórico (zona 1) e vão até pontos mais afastados e cidades nos arredores de Londres. Vale lembrar que os pontos turísticos mais populares ficam concentrados nas zonas 1 e 2.

 

HORÁRIOS

 

O metrô funciona de segunda a sábado, das 5h à 0h30, e aos domingos, das 7h30 às 23h30. Os trens em Londres são super pontuais e tem uma frequência de cerca de 3 minutos entre eles nas zonas centrais.

 

TARIFAS, OYSTER E TRAVELCARD

 

As tarifas do metrô em Londres variam bastante de acordo com as zonas e horários, por isso, antes de comprar sua passagem é necessário planejar quais zonas você irá visitar e em que zona está a parada de origem e destino. 

As passagens avulsas, chamadas “single fare”, são a forma mais cara de se transportar. Elas podem ser adquiridas nas máquinas de venda espalhadas pelas estações. Você pode consultar o valor de cada trajeto aqui.

 

Mas não se preocupe, existem opções que vão te ajudar a economizar e facilitar o seu embarque pelas linhas do metrô.

 

OYSTER

 

A primeira delas é o cartão eletrônico Oyster. Esta é a forma mais prática de se locomover, não só pelo metrô, mas por outros meios de transporte público como ônibus, DLR e Overground. Ele custa cinco libras e o valor é reembolsado quando você devolver o cartão. Com o Oyster card é possível escolher algumas opções como o pay-as-you-go ou pass.

 

PAY-AS-YOU-GO

 

Esta é a opção pré-paga, onde você “carrega” o seu cartão com valores múltiplos de 5 até 90 libras e à medida que for utilizando a tarifa é descontada do saldo do cartão. Nesta opção existe um teto diário (daily cap) para cada zona. Após atingir esse valor nada mais é descontado do saldo do cartão. Ou seja, você pode utilizar todos os transportes públicos diversas vezes e não irá pagar além do valor do teto diário daquela zona específica.

 

PASS

 

Já com a opção “pass” é pago um valor fixo para zonas específicas pela semana, mês ou ano. Por exemplo, se você adquirir o passe semanal para as zonas 1 e 2, pode usar o transporte quantas vezes quiser, em qualquer horário, durante 7 dias.

 

TRAVELCARD

 

 

 

Para quem planeja ficar um curto período, outra opção é o TravelCard. O cartão é adquirido nas estações e te dá acesso ilimitado ao metrô das zonas escolhidas durante sua validade. O TravelCard pode ser utilizado à partir de 9h30 da manhã de segunda a sexta-feira e qualquer horário nos fins de semana e feriados.

 

Gostou das nossas dicas? Então acesse nosso site e conheça nosso programa de férias em Londres!

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Como estudar no Canadá com estágio remunerado

January 23, 2018

1/1
Please reload

Posts Recentes